Atualizado: 12/07/19 ás 18h20min.

Nesta sexta feira (12) ás 17h47min a empresa “PIF PAF” no uso do seu direito de resposta, enviou uma “NOTA DE ESCLARECIMENTO” para a redação do site A VOZ DO POVO.

Segue abaixo a nota de esclarecimento,

A empresa esclarece que a denúncia ocorreu em 2012 e assim que a alta direção foi noticiada, por meio do MPT, abriu processo administrativo para apuração dos fatos que culminou na demissão do funcionário. Reforça que apesar de todos os cuidados, trata-se de um fato isolado passível de ocorrer em uma empresa com mais de 8 mil empregados. Destaca ainda que a mais de dois anos implantou o comitê corporativo de ética, conduta e compliance e sub-comitês em todas as unidades. Em seu atual Código de Conduta caracteriza e repudia quaisquer formas de importunações. A empresa também disponibiliza aos funcionários o canal de denúncias criado para receber os relatos de comportamentos inadequados que não estejam em conformidade com o “Código de Conduta”. Os comitês citados e a equipe de Compliance apuram TODAS as denúncias e aplicam penalidades quando cabíveis – assim como ocorreu com o caso em questão. Todos os funcionários em todas as unidades da companhia recebem treinamentos sobre o assunto de forma rotineira, bem como o tema foi incluído no treinamento de integração de novos colaboradores. Além disso, a companhia promove campanhas de combate a assédios nos canais de comunicação interna como cartazes, TV corporativa, murais, dentre outros. A VOZ DO POVO.

CURTIU ? Vai La Compartilhe Nosso Post No WHATS E Nas Redes Sociais

FAZER UM COMENTARIO