Atualizado: 06/12/2018.

Ação pede suspensão de pagamentos de fornecedores do Estado até que recursos para pagamento do 13º salário estejam garantidos. Além dos demais servidores do Estado que protestam pelo pagamento dos salários, a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros entraram na Justiça para garantir seus vencimentos. A Associação dos Oficiais da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (AOPMBM) impetrou um mandado de segurança preventivo, para garantir o pagamento do 13º salário. Na ação, a associação pede que sejam suspensos os pagamentos de todos os fornecedores do Estado até que os recursos para pagamento integral do 13º salário estejam garantidos e quitados até dia 20 de dezembro. De acordo com o Coronel Aílton Cirilo, presidente da associação, a entidade tem buscado soluções “a fim de que a vida dos militares estaduais retome o curso natural”. O mandado de segurança foi recebido pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) no dia 27 de novembro. Pelo Whatsapp, em grupos destinados à divulgação de ocorrências policiais, circula a informação de que militares poderão parar diante desse cenário. Em resposta, a Associação dos Militares Estaduais Mineiros (Ámem-MG) divulgou nota. “Se os policiais militares escalados para conter o crime contra o comércio natalino não tiver respeitado seu direito de receber o 13° salário, é claro que não terão motivação para bem desempenhar seu papel, por mais profissionais que sejam”, diz o texto.

Protesto na Cidade Administrativa.

Nesta quinta-feira (6), servidores do governo de Minas fazem um apitaço nos prédios da Cidade Administrativa na manhã desta quinta-feira (6). De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado de Minas Gerais (Sindpúblicos-MG), a manifestação foi combinada pelos servidores por meio das redes sociais e não tem ligação com o sindicato.  Os manifestantes protestam contra o atraso de pagamento da folha de novembro – que é paga em dezembro – e contra a falta de informações sobre o pagamento do 13º. O Tempo/A VOZ NDO POVO.

 

CURTIU ? Vai La Compartilhe Nosso Post No WHATS E Nas Redes Sociais

FAZER UM COMENTARIO