Atualizado: 03/07/2018.

Em entrevista para a equipe da Rádio Clube 98, o prefeito José Eustáquio deixou claro que o município não possui dinheiro suficiente para efetuar o pagamento dos servidores. O chefe do Executivo declarou ainda que o problema é fruto de uma crise criado pelo Governo Mineiro, que atrasa o repasse de recursos importantes, oriundos de tributos como o ICMS e o IPVA, que compõem a maior parte da arrecadação da cidade. “As fontes de receita próprias de “Patos de Minas” são poucas e não somam grandes quantias. O que se arrecada com o “IPTU”, o “ITBI” e o “ISS” não são suficientes pra folha de pagamento”, disse “José Eustáquio”. O valor bruto da folha de pagamento da Administração Municipal é de aproximadamente R$ 11 milhões. Segundo o prefeito, os cofres da prefeitura têm aproximadamente 50% desse valor. Cerca de 8 milhões são creditados nas contas bancárias dos servidores. “José Eustáquio” destacou que não pretende parcelar o pagamento dos funcionários. “Isso não faremos de maneira nenhuma; se adotarmos essa medida será apenas em último caso”, explicou. A VOZ DO POVO.

CURTIU ? Vai La Compartilhe Nosso Post No WHATS E Nas Redes Sociais

FAZER UM COMENTARIO