Atualizado: 16/05/2020 ás 19h:41mim.

Nesta semana a equipe técnica da empresa MGTM (especializada em Patrimônio Cultural), contratada para executar esta fase, esteve no distrito para realizar os estudos preliminares; aludida empresa que figura na lista de indicações do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais – IEPHA que possuí mais de 30 anos de experiência em projetos desta natureza. Basicamente os estudos serão realizados em duas etapas, na primeira serão feitas investigações relacionadas à engenharia para atestar a solidez da estrutura da fundação, do telhado, das paredes e de toda edificação. Também serão elaborados os projetos complementares hidráulico, elétrico, de incêndio etc. que, após executados permitirão a reabertura da Igreja Matriz de Sant’ Ana. A segunda etapa corresponde aos trabalhos de restauração, atualmente no interior da construção predominam os tons de branco e dourado, mas nem sempre foi assim. O minucioso trabalho de remoção das camadas de tinta dos altares e paredes realizados pelos restauradores deixou evidente para surpresa de alguns moradores, que as cores utilizadas antes da última reforma foram tons de azul claro, azul escuro e dourado. Fotos de casamentos, batizados ou eventos celebrados na Igreja Matriz de Sant’ Ana são importantíssimas fontes de consulta que ajudam a reconstruir parte da memória artística que embeleza tanto os altares laterais quanto o altar mor. Através dos registros fotográficos colhidos até o momento não há dúvidas do bom gosto e do talento dos artistas que embelezaram o interior do templo religioso. Uma das restauradoras explicou que provavelmente quando a Igreja foi construída, ainda na segunda metade do sec. XIX, foi utilizada uma técnica de ornamentação em que finíssimas camadas de ouro eram aplicadas sobre alguns frisos de madeira, o que evidencia a importância da construção e a opulenta condição financeira dos patronos da Igreja Matriz de Sant’ Ana. É importante registrar que a quantidade de ouro encontrada não possuí nenhum valor comercial, sendo impossível extrair o metal de onde está fixado. A contratação do projeto básico e executivo é um passo importantíssimo do processo, porque a partir dele será possível estimar o custo total da restauração da Igreja Matriz de Sant’ Ana e estabelecer um cronograma das intervenções necessárias à reabertura desta Igreja que representa um dos berços da tradição de Patos de Minas e da região do Alto Paranaíba. Aline Cardoso de Faria, presidente da nova gestão da ACEST – associação responsável pelo gerenciamento e arrecadação dos fundos para as obras de restauração, explica que “Os serviços de recomposição do telhado e do forro já executados anteriormente terão que ser revisados, pois, em razão da ausência de um projeto básico e executivo não foi identificado e resolvido o principal problema da construção que é a consolidação da estrutura e o reforço dos pilares de sustentação da Igreja Matriz de Sant’ Ana”. E acrescenta “O sucesso do processo de restauração depende da observância de todas as orientações técnicas especificadas no projeto para evitar dispêndio de recursos. E, nesse momento, em que os trabalhos estão sendo retomados é muito importante registrar que o apoio e o envolvimento da comunidade de Santana de Patos nas iniciativas organizadas em prol das obras de restauração está sendo fundamental.” A previsão de entrega do projeto básico e executivo elaborado pela empresa MGTM é de 90 (noventa dias). Apresentado e aprovado o respectivo projeto o início das obras depende do aporte de recursos públicos, especialmente da Prefeitura Municipal de Patos de Minas, dos órgãos de fomento, da Mitra Diocesana, da comunidade e da iniciativa privada. Os interessados em acompanhar os trabalhos de restauração da Igreja Matriz de Sant’ Ana podem acessar a página da ACEST no Facebook ou o canal da associação no Youtube onde são publicados vídeos e curiosidades sobre o distrito de Santana de Patos. A VOZ DO POVO.

Veja o vídeo abaixo.

Santana de Patos – Igreja Matriz de Sant’ Ana está em processo de obras de restauração.

Posted by Fabiano Divino Da Silva Divino Silva on Saturday, 16 May 2020

CURTIU ? Vai La Compartilhe Nosso Post No WHATS E Nas Redes Sociais

FAZER UM COMENTARIO